COMUNICADO OFICIAL
4ª Entrevista especial: Amor e dedicação à profissão transformaram a vida da Papiloscopista Norma Jornada
Nádia Nicolau - Assessoria de comunicação SINPAP/MS
, 08 de Fevereiro, 2018
[2]1

Na 4ª entrevista especial "Dia do Perito Papiloscopista", mais uma personagem demostra sua satisfação e alegria em ter exercido a profissão e hoje, a Perita Papiloscopista Norma Jornada divide suas recordações ressalta o orgulho da vida de polícia.


Acompanhe o depoimento:


Ao me deparar com um concurso para o quadro da Polícia Civil, a Papiloscopia, li o edital e me apaixonei pela profissão, era tudo que eu sonhava... Procurava um concurso público que proporcionasse uma estabilidade, algo que no futuro me garantisse uma renda e no futuro uma aposentadoria digna.


Ser uma policial, rolar no chão, arrombar portas e, para completar, trabalhar com a perícia papiloscópica, algo intrigante e de muita valia para a sociedade.   


Foi tudo novidade na minha vida, nunca havia trabalhado fora da família, bater ponto, cumprir horário. Dizer sim senhor; não senhor, a hierarquia era algo que me dava medo, mas ao mesmo tempo me mostrava o respeito, esse necessário para o bom andamento do serviço.


Fui lotada no Instituto de Identificação de MS, tudo muito novo, muita coisa para aprender, era um mundo a ser desvendado.


A cada nova etapa eu me enchia de orgulho de estar ali, naquele lugar, com lupas, tintas, requerentes, detectar muitos documentos falsos, rasurados, pessoas com certidões de outras, estrangeiros se fazendo de surdos, de mudos para que não percebêssemos sua real nacionalidade.


Sempre disse que ali eu estava a passeio, um passeio responsável, comprometido, mas um passeio, algo que me completava, pois éramos uma família, preocupados uns com os problemas dos outros, caminhávamos unidos, coesos, em grupo onde não tinha maior e nem melhor, esse clima foi sentido até pela comissão de disciplina da Academia de Polícia (ACADEPOL).


Sobre os desafios...Chuva, frio e transporte, porque o demais tirava de letra, lutávamos pela nossa independência e autonomia do  Instituto de Identificação e a PAPILOSCOPIA no MS e no Brasil. Precisávamos de reconhecimento nos nossos laudos, enfrentamos muitas divergências de opinião de certas categorias que relutavam para aceitar nosso trabalho.


Mas, apesar de tudo, conseguimos! Hoje, elaboramos nossos laudos e assinamos o que fazemos, somos Peritos Papiloscopistas com muito orgulho. Nossas lutas, parcerias e aventuras que vivemos com os colegas e amigos que nos acompanharam nessa caminhada. Temos belas histórias para recordar...


Tenho contato com os colegas, embora não com a intensidade que gostaríamos. Mas o carinho e respeito sempre são sempre o mesmo.


Para mim, a PAPILOSCOPIA representa um marco na minha vida, um crescimento e enriquecimento sem precedente, não me vejo fazendo outra coisa de profissão que não seja a papiloscopia, uma ciência incrível, um método de identificação de baixo custo e seguro que apaixona quem a ela se dedica.

130818111157 251017101046 logo diario oficial
Diário Oficial do Estado de Mato Grosso do Sul - 13 de Agosto, 2018

Foi publicado, na edição nº 9.718, do Diário Oficial de Mato Grosso do Sul, o comunicado de abono de permanência da Per... LEIA MAIS

090818101029 1lucha
Fonte: Rede Brasil Atual /NCST - 09 de Agosto, 2018

Decreto garante dinheiro do Sistema S, destinado à aprendizagem, para entidades empresariais

Uma entre as vár... LEIA MAIS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS